Ir para o site iGuard
Citroën DS3 é o host hatch que faltava 0

23 de Maio, 2012  | NOVIDADES | 0 COMENTÁRIO(S)

Por estimados R$ 79.900, esportivo chega com visual descolado e motor 1.6 turbo de 165 cv


Com suspensäo firme e rodas aro 17 vestindo pneus 205/45, o DS3 honra a boa fama da marca nas curvas

O fim da reta se aproxima. O velocímetro aponta 150 km/h, obtidos com a quarta marcha "cheia". Curva à esquerda. Reduzo para terceira, segunda, freio forte e aponto a frente do Citroën DS3 para cima da zebra, já fazendo a tangente para apontar na próxima reta. Com o controle de estabilidade desligado, o hatch desgarra um pouco de frente e segue escorregando controladamente até a zebra oposta. E tome reta de novo, terceira, quarta marcha... O motor 1.6 16V turbo tem pegada (os 24,5 kgfm de torque surgem logo a 1.400 rpm), mas é com giro alto que ele gosta de trabalhar.

Agora temos uma leve curva à esquerda e uma mais fechada à direita, que exige pé pesado no freio e novas reduções. O câmbio manual de seis marchas tem engates curtos, o que ajuda na pilotagem. Hora de convocar os 165 cv mais uma vez, e logo nos deparamos com um "S" em descida – um verdadeiro teste para qualquer suspensão. Mesmo a mudança brusca de direção, que faz a carroceria rolar de um lado para o outro, não desequilibra o esportivo. A traseira segue perfeitamente presa ao chão, enquanto a dianteira obedece caninamente as ordens da direção.
 


As rodas brancas säo vendidas como acessório (as originais säo pretas). O carro com teto branco veio apenas para estudos, por enquanto

À essa altura, eu já me dava por covencido: a relação custo-diversão do DS3 é imbatível. Ele tem o preço do Mini Cooper Salt e traz o motor do Cooper S. Precisa dizer mais? Tá bom: é bem mais charmoso que o Bravo T-Jet e deixa o Fiat comendo poeira, por alguns reais extras. Saudade do Civic Si? Oras, o francesinho anda mais e custa uns R$ 20 mil a menos. E olha que ele já vem com ar digital, entrada para iPod no sistema de som, ESP, airbags fontais e laterais, ABS, computador de bordo... O único opcional é o revestimento de couro, por mais R$ 2.900. Ou seja, um DS3 completo vai custar no máximo R$ 83 mil. É o hot hatch que faltava!

Foi divertida aquela sexta-feira com o DS3 na pista da Fazenda Capuava, em Indaiatuba (SP). Às vezes as marcas exageram ao fazer lançamentos de sedãs de família por lá, mas a Citroën não poderia ter sido mais feliz na escolha do local de apresentação do modelo. Afinal, o compacto fashion da marca não foi feito só para desfilar. Quem manja de carro sabe do apreço que os bons Citroëns costumam ter por curvas. Agora com motor desenvolvido em parceria com a BMW, as coisas ficaram ainda melhores. Para completar, o carrinho é cheio de estilo: carroceria duas portas, coluna central em forma de barbatana de tubarão, feixe de leds no para-choque dianteiro, teto e rodas aro 17 pintados de preto...


Bancos oferecem bom apoio lateral, enquanto o painel pode receber aplique colorido (na foto, o branco)

O interior segue à altura. Os bancos têm desenho esportivo, com ótimo apoio lateral, enquanto a direção elétrica é comandada por um belo volante de três raios. A cabine segue as linhas do novo C3 que estreia no Brasil no segundo semestre. A diferença crucial fica pelas opções de personalização, como máscaras coloridas para o painel e apliques para o pomo da alavanca de câmbio. Passando aos lugares de trás, nada de aperto. Fiquei justo com meu 1,78 m, mas sem bater a cabeça no teto ou o joelho no encosto da frente. Existe até uma prática alça para ajudar os passageiros a sair. A reclamar, apenas a falta de uma iluminação na parte dianteira da cabine – há apenas uma luz no centro do teto.

Saindo da pista, o DS3 é mais confortável do que se espera. Aquela suspensão firme que fez minha alegria nas curvas não chega a maltratar sua coluna como a de um Mini Cooper S ou um Civic Si. E a direção fica levinha em baixas velocidades. Apesar de baixo, o esportivo não raspa à toa em valetas. O lado "cansativo", quem diria, fica por conta do próprio powertrain. O câmbio exige trocas constantes (e o engate da segunda às vezes é um pouco duro), enquanto o motor pede certo giro para desenvolver. Nas curvas de esquina e saídas de lombadas em segunda marcha, abaixo de 2 mil rpm, o carro demora um pouco a embalar. O ideal é andar com 3 mil rpm para cima, quando entra a "puxada" do turbo.


O DS3 encanta nos detalhes, como os feixes de leds, o logotipo exclusivo da linha DS e a lanterna que pode receber acabamento cromado

É difícil andar devagar com o DS3, mas, se você fizer isso, será recompensado pelo baixo consumo: nossa média entre cidade e estrada ficou em 13 km/l de gasolina (ele não é flex). Sobre os testes de desempenho, bem.... A medição completa do novo Citroën está na revista Autoesporte de junho, que chega às bancas nesta semana. Nela, você encontrará uma reportagem especial do DS3 ao lado de Mini Cooper, Hyundai Veloster, Fiat 500 e Audi A1 – com direito a cinco gatas para ajudar na avaliação. Ah, posso adiantar que o DS3 fez bonito.

 

Fonte: Alto Esporte

 


 

  Comente aqui



VW mostra protótipo do Polo R WRC Street 0

18 de Maio, 2012  | NOVIDADES | 0 COMENTÁRIO(S)

O utilitário esportivo de 223 cavalos participará do GTI Worthersee, na Áustria

O grande destaque da Volkswagen no 31º Encontro GTI, em Worthersee, Áustria, será o protótipo do Polo R WRC Street, uma versão do esportivo pequeno da montadora. Com motor 2.0 TSI de quatro cilindros e 223 cavalos, promete levar às ruas a emoção de correr nos ralis. O carro, que traz difusor e deflector traseiros e suspensão desportiva, deve ser lançado no final de 2013 na Europa.

A Volks também vai levar ao encontro outros esportivos, como o Golf GTI Cabriolet, disponível nas versões com câmbio manual ou com dupla embreagem de 6 velocidades; o Polo R-WRC, que chega aos 100 km/h em 4,1 segundos; o GTI Black Dynamic, o qual traz sistema de som de 1.800 Watts com nove alto-falantes e o Golf GTI White Concept.

Fonte: Auto Esporte

  Comente aqui



Aston Martin revela versão especial do DBS 0

09 de Maio, 2012  | NOVIDADES | 0 COMENTÁRIO(S)

DBS Ultimate será edição de despedida do modelo.
Sucessor do esportivo V12 deve aparecer no próximo ano.

A Aston Martin acaba de revelar a versão de despedida do esportivo DBS. Ainda sem muitos detalhes, como o número de produção e preço, o DBS Ultimate chega antes que o modelo seja renovado, o que deve acontecer em 2013, durante o centenário da empresa. Mantendo a mesma base com motor V12, o veículo terá opções coupé e conversível.

Aston Martin DBS Ultimate (Foto: Divulgação)

Segundo a empresa, cada unidade será numerada e terá placa comemorativa. Entre os detalhes diferenciados, estão espelhos retrovisores com fibra de carbono e componentes de cêramica no escape. Além disso, o interior conta com detalhes de diamante de couro vermelho.

Interior do DBS Ultimate (Foto: Divulgação)

Fonte: Auto Esporte

 

  Comente aqui



Audi revela Q5 reestilizado 0

25 de Abril, 2012  | NOVIDADES | 0 COMENTÁRIO(S)

Primeiras mudanças no crossover são discretas; motorização tem novidades

Grade, para-choque e faróis concentram principais mudanças visuais do Q5 2013

A Audi apresentou hoje (25) a primeira reestilização do Q5 desde seu lançamento, em 2008. Mas a marca parece estar feliz com o visual do modelo, já que as modificações visuais foram mínimas. Na dianteira, o novo design se concentra na grade dianteira, no para-choques, nas molduras da seção inferior e nas lanternas, que agora adotaram sistema de LED. A traseira também traz alterações no difusor e nas saídas do escapamento, mas são quase imperceptíveis.

Audi preferiu manter a traseira do Q5 quase intacta na reestilização

Mas se o visual não teve tantas alterações, a variedade de motorizações foi reforçada. Agora o Q5 passa a ser oferecido na Europa com três opções a gasolina e duas a diesel. A linha começa com a opção 2.0 TDI de 141 cv e 32,6 kgfm de torque que atinge consumo de 18 km/l, segundo a marca. O outro motor a disel é um 3.0 TDI de 241 cv e 59,1 kgfm.

Nas versões a gasolina estão um 2.0 TFSI de 221 cv e 35,6 kgfm, um V6 3.0 de 268 kgfm e 40,7 kgfm e, finalmente, a combinação do 2.0 TFSI com o sistema de tração integral quattro e um motor elétrico, o que eleva a potência para 241 cavalos e o torque para 48,9 kgfm.

Interior tem opção perolizada para versão S line

A marca alemã também deu atenção especial ao interior, onde mudanças foram aplicadas nos controles dos bancos, no ajuste da coluna de direção, na ignição, nos controles do sistema multimídia e no console central, tudo para melhorar a ergonomia do motorista e dos passageiros. No acabamento, as melhorias envolvem painel em preto espelhado, que pode ser acompanhado de bancos e tecidos internos da mesma cor no pacote S line.

O pacote esportivo ainda oferece bancos exclusivos, rodas de 19" calçadas em pneus 235/55, suspensão esportiva e opção de interior cinza com efeito perolizado.

Na Europa, o Q5 2013 já está à venda a partir de 39.900 euros (cerca deR$ 98 mil).

 Fonte: Auto Esporte

  Comente aqui



Novo Ford EcoSport: um utilitário esportivo inovador, conectado e inteligente 0

24 de Abril, 2012  | NOVIDADES | 0 COMENTÁRIO(S)

Veículo oferece um padrão surpreendente de conectividade, segurança e conveniência no segmento, incluindo o sistema de conectividade Ford SYNC com comando de voz.

Design do Novo EcoSport é totalmente diferente do seu antecessor. (Fonte da imagem: Reprodução/Novo EcoSport)

O Novo Ford EcoSport é um veículo compacto, ágil e também repleto de tecnologias e equipamentos inovadores. Ele reúne características normalmente não encontradas em veículos dessa categoria e oferece uma experiência de direção com um padrão superior de conectividade, segurança e conveniência a bordo.

A experiência de dirigir um Novo EcoSport é marcada por tecnologias e recursos inovadores, criados pela Ford para oferecer um padrão superior de conectividade, segurança e conveniência a bordo. Um dos destaques é o premiado sistema de conectividade SYNC com comandos de voz. O sistema inclui rádio AM/FM, tocador de CD/MP3, entrada USB, conectividade para iPod, conexão Bluetooth, entrada auxiliar e tela de LCD de 3,5 polegadas.

Hoje, mais de 4 milhões de veículos rodam com a tecnologia SYNC e a Ford prevê que outros 9 milhões tenham o equipamento em todo o mundo até 2015, com a inclusão desse sistema exclusivo da Ford em produtos como o Novo EcoSport.

O SYNC introduz o carro "atualizável", permitindo que novas funções e aprimoramentos sejam integrados ao sistema no futuro, acompanhando as tendências e preferências do consumidor. O SYNC criou o padrão para um futuro conectado, ativado por voz. Ele ajuda o motorista a manter as mãos no volante e os olhos na pista enquanto escolhe sua música favorita ou faz chamadas no celular.


Painel de série com acessórios tecnológicos como tela LCD de 3,5 polegadas e a tecnologia SYNC. (Fonte da imagem: Reprodução/Novo EcoSport)

O Novo EcoSport vem equipado de série com direção elétrica, vidros e espelhos elétricos, travas elétricas com controle remoto, imobilizador antifurto, sistema SYNC, Econometer e também oferece a opção de equipamentos como sistema de entrada e partida sem chave, faróis com acendimento automático, limpadores do para-brisa com sensores de chuva e computador de bordo, incluídos na versão Titanium.

Além disso, conta com diversos recursos de assistência ao motorista, incluindo freios ABS de série e opcionais como controle eletrônico de estabilidade, assistência de partida em rampa e sensores traseiros de estacionamento.

Climatização e conforto

O Novo EcoSport conta com um sistema avançado de climatização, que privilegia a eficiência e o conforto, incluindo ar-condicionado de série e a opção de ar-condicionado digital.

O veículo traz ainda versões aprimoradas de soluções criativas, como o compartimento refrigerado no porta-luvas, com capacidade para seis latas, e porta-objetos sob o banco do passageiro.

Econômico e eficiente

A eficiência energética é um dos destaques do Novo EcoSport. A meta estabelecida pela Ford no seu desenvolvimento foi atingir a liderança em economia de combustível no segmento em suas várias opções de motorização.

A disponibilidade de versões flex no Brasil faz parte da estratégia global da Ford de oferecer opções diferenciadas para atender as necessidades específicas de cada região.

A eficiência está presente em todos os aspectos do projeto do veículo. A carroceria foi objeto de um desenvolvimento especial, que incluiu o uso de novos materiais e desenhos para tornar a estrutura mais leve e otimizar a economia de combustível.

Segurança avançada

O Novo EcoSport foi desenvolvido para atender os padrões mais exigentes de segurança nos vários mercados onde será vendido. Sua carroceria foi desenvolvida com ferramentas de design e softwares avançados para redução do peso, combinando zonas programadas para absorção de energias de impacto com uma célula extremamente rígida de proteção dos ocupantes.

(Fonte da imagem: Reprodução/Novo EcoSport)

A estabilidade do chassi e a carroceria de construção robusta, com rigidez torcional 20% maior que o modelo atual, fazem parte das características que dão ao Novo EcoSport um excelente comportamento dinâmico e a confiança de um verdadeiro utilitário esportivo.

O veículo oferece também um conjunto avançado de equipamentos de segurança ativa e passiva para prevenir acidentes e proteger os passageiros, incluindo airbags duplos para o motorista e o passageiro de série e a opção de airbags de cortina. Barras laterais na carroceria reforçam a proteção da região pélvica contra impactos, junto com os acabamentos das portas feitos com materiais de absorção de impacto para proteção da região torácica e abdominal.

Via Acessoria de Imprensa.

 Fonte: Tecmundo

  Comente aqui



Anterior  1  2  3  4  5  Próximo
Página 4 de 6 - Resultados de 1 a 5
FAÇA SUA BUSCA
CATEGORIAS
ASSINE NOSSA NEWSLETTER
Copyright © 2013 iGuard - Todos direitos reservados
Home| Contato| Loja